Casa do Guarda

Tinha esta pequena casa marcada no mapa há muito tempo, e durante uma manhã dedicada aos locais abandonados, resolvi visitá-la. Não é com toda a certeza o local mais interessante que já visitei, mas é suficientemente bom para proporcionar umas boas fotos. A casa está praticamente limpa de objectos, ficaram para trás apenas as mobilias, algumas fotos, umas cartas, uma placa com a sigla GNR, e duas placas um pouco estranhas, uma delas a indicar “Os restos de António da Costa, faleceu a 15 de Fevereiro de 1915” e outra “Aqui jaz Maria Rosa de Lima, faleceu a 14 de Dezembro de 1955”.

Não sei porque razão estão na casa, mas é sem dúvida um pouco macabro encontrá-las. Serão os nomes que estão nas placas os antigos donos da casa? E se sim, que fazem ali as placas? São duas das muitas perguntas que gostava de ter resposta, mas infelizmente não é possível.

Sobre a história da casa, penso que em tempos viveu lá um guarda, isto porque existia uma foto de um homem com uniforme dos anos 60 da Guarda Nacional Republicana, e também uma placa a com a sigla GNR. Dentro de uma gaveta existia uma carta de 1964, provavelmente escrita pela irmã da dona da casa, que contava que o seu casamento não ia nada bem, que o marido abusava do álcool, não queria trabalhar, e que a tratava mal.

Não havia mais cartas ou documentos na casa, o que me deixou um pouco desanimado porque gosto sempre de saber um pouco mais sobre as pessoas que moraram nos locais, mas neste caso por falta de informações não foi possível.

André Ramalho

Sou um apaixonado por fotografia e locais abandonados, e por isso resolvi criar este blog, com o intuito de partilhar os meus registos e aventuras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *