Casa do Radioamador

Neste casa havia um aficionado pelo radioamadorismo que tinha uma sala forrada a postais, cada postal corresponde a um contacto estabelecido (QSO), isto porque os rádio amadores trocavam cartões QSL para confirmar o contato realizado entre duas estações. O radioamadorismo foi uma modalidade em alta na época de 70 e 80, que consistia na transmissão e recepção de ondas electromagnéticas, bem como a criação e aperfeiçoamento de novos modos e protocolos de comunicação de sinais, voz, dados ou imagem, em frequências compreendidas entre 30 kHz e 300 GHz. A actividade de um radioamador é interpretada por muitos cidadãos comuns como um “hobbie” simples, uma forma vulgar de matar tempo ou até mesmo um desporto.

Actualmente este hobbie está a desaparecer, os telemóveis e a internet tiraram de certa forma o propósito a esta actividade. Acredito que na altura deveria ser um hobbie extraordinário, conseguir falar com alguém de longe por este meio, algo que hoje em dia já damos como garantido.

Foi espetacular ver a sala onde tudo isto se passava, curiosamente a sala é fora da casa, fica numa pequena divisão numa varanda, e dava para perceber que esta salinha era o refúgio de alguém, e os postais que tapavam as paredes e tectos da sala comprovam bem o gosto que este homem tinha por esta modalidade. Espetacular mas ao mesmo tempo triste, pensar que alguém dedicou tanto tempo e amor a algo para agora estar abandonado.

O resto da casa embora interessante já está demasiado vandalizada. Através dos documentos que estavam no escritório foi possível perceber que o proprietário da casa tinha negócios ligados à agricultura. O primeiro piso da casa foi alvo de obras, estando completamente cimentado, provavelmente eram obras de recuperação que por qualquer razão ficaram a meio. Não consigo precisar em que data ficou abandonada mas os documentos com as últimas datas que encontrei eram de 1994 e 1995.

André Ramalho

Sou um apaixonado por fotografia e locais abandonados, e por isso resolvi criar este blog, com o intuito de partilhar os meus registos e aventuras.

10 thoughts on “Casa do Radioamador”

  1. Sr André Carvalho,
    na minha humilde opinião, deveria contactar a REP – Rede dps Emissores Portugueses, no sentido de identificar e recuperar todo esse espólio, para que não se perca, com o objectivo de o mostrar às gerações vindouras
    Cps
    A. Castro

  2. Caro André: parabéns pelas fotos. Cabe salientar que o radioamadorismo continua e despertando as mesmas paixões, inclusive no movimento escoteiro. Embora a tecnologia esteja cada vez mais nos surpreendendo, nos aliamos a ela, procurando acompanhar e aliar. No Brasil, particularmente, temos uma frase sempre repetida e comprovada … “quando todos os meios de comunicações falham, o radioamador sempre está presente”.
    Saudações

  3. De PS8ACJ,acho muito bonito o radioamadorismo minha opiniao e que o radioamadorismo nao morreu e nunca morrera, pois quem pratica e por amor e o amor nao morre nunca!

  4. É realmente uma pena saber que tudo isso vai acabar por desaparecer… Sou Radioamadore, e caso seja possível dizer onde se situa essa casa agradecia pois gostava de tirar algumas fotos dessa sala de “troféus” pois acredito que algumas qsls sejam de lugares únicos as chamadas “figurinhas” na gíria radioamadoristica … Obrigado pela partilha
    CS7ADS

  5. Olá, Sou o Alexandre PU5AGI Da Cidade de São José- Santa Catarina e Amo o Hobby do Radioamadorismo, sou Rádio Amador a quase 3 anos, e em nossa Região temos bastante adeptos, até mesmo sou integrante de uma Associação chamada Araf Associação de Radio Amadores de Florianopolis, onde a mesma é representada por amantes da prática do Radioamadorismo e mantida com recursos próprios, disponibilizando duas repetidoras a 146,870 Subton 88.5 -600 na Cidade De Florianópolis no Morro das Almas, na Costeira do Pirajubaé e a 147.360 Subton 88.5 +600 em Rancho Queimado que fica aproximadamente a 1200 metros de altura a nível do Mar, no mais um 73 a todos que passarem por aqui. 73 para nos radioamadores é um ABRAÇO.

  6. Em que zona do país fica esta habitação
    Era bom tentarmos preservar as qsl deste colega Radioamador que fez QRT total.

  7. Excelente trabalho André,

    Gostei muito da casa do radioamador, pois como sou também radioamador com o indicativo CT1FBF, chamou-me imediatamente a atenção. Conseguimos verificar que o proprietário dos cartões QSL´s era certamente o nosso colega Vasco Águas (CT1ZB) e tudo indica que esta seria a sua casa junto à Figueira da Foz. É para todos nós, radioamadores portugueses, chocante ver este espolio tão valioso de cartões ao abandono, é mesmo um verdadeiro dó de alma que nos comove a todos. Existem várias referencias na Internet à actividade radioamadoristica do Vasco Águas desde a sua casa na Figueira da Foz.

    Mais uma vez com os meus sinceros Parabéns por este excelente trabalho,

    João Costa (CT1FBF)

  8. Tudo muito lindo e muito triste ao mesmo tempo.
    Sou radioamador e me entristece muito em ver estas coisas tão belas em completo abandono.

  9. É amigos o tempo é implacavel,destroi todos os sonhos e amores,fiquei triste em saber que esse amigo nos abandonou das frequencias de rádio,mas ainda estamos fazendo telegrafia e falando ao redor do mundo , abração de py2uhz ,qap qrv

  10. Nós, radioamadores resistiremos a todas as investidas tecnológicas, ao tempo, até mesmo ao esquecimento. Ser radioamador é perseverar, experimentar, fazer amigos, e nunca, nunca ficar só. Sempre existe alguém na qrg disposto a um bom qso.
    Ricardo – PY2LSB

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *