Casa do Sr. Octávio

A casa do Sr. Octávio, nome puramente identificativo, é uma casa construída em meados do século XX, situada numa pequena freguesia, que ficou ao abandono após a morte do seu proprietário. Após muitos anos ao abandono, no rés-do-chão foi instalada a delegação do centro de saúde daquela freguesia e mais tarde a sede do agrupamento de escuteiros até 2007, tendo desde então ficado esquecida.

Tem presença e estilo de ter sido habitada por pessoas com posses. Os pianos e outros detalhes comprovam isso mesmo. Em tempos, no rés-do-chão existiu uma mercearia, infelizmente já nada resta dela, apenas salas vazias que não achei interessante fotografar, é normal que nada reste da mercearia pois como mencionei em cima a casa (provavelmente apenas o res-de-chão) foi utilizado para outras actividades e é normal ter sido limpo.

Não fomos os primeiros a entrar nesta habituação e fotografar, nota-se que já passaram algumas pessoas por lá, provavelmente curiosos que vivem na zona, mas felizmente ainda não foi vandalizada nem roubada.

Não tenho mais informações sobre a habitação, embora tenha procurado saber mais. Foi e continua a ser uma bela habitação, provavelmente com muitas histórias para contar. Não divulgo a localização do local, para preservar o local e os bens no seu interior.

André Ramalho

Sou um apaixonado por fotografia e locais abandonados, e por isso resolvi criar este blog, com o intuito de partilhar os meus registos e aventuras.

2 thoughts on “Casa do Sr. Octávio”

  1. O Sr. Otávio seria o toureiro?
    A escrivaninha com o relógio é M A G N Í F I C A!!!! Quantos detalhes! Isso é da época que tudo era feito peça por peça e montado. Deve ter levado uns cinco meses de trabalho exclusivo somente para fazê-la. Fora todos esses detalhes o tampo ainda é de mármore.
    Ao lado me parece um termostato e no oposto um globo muito diferente (poderia ter fotografado essas peças com mais detalhes) que não deve ser móvel, deve girar no lugar.
    Realmente tinham posses! Dois pianos… não é muito normal de se ver. O relógio na caixa que ao que me parece tinha ou ainda tem um rádio ao lado. A farda…
    O “Novo Jogo Da Glória” me fez rir! XD
    Gostei muito da placa do picolé! Pelo modelo do chapéu provavelmente é dos anos 1920.

    1. Olá Carolina. O toureiro na foto julgo que seja um dos filhos do Sr. Octávio, e em relação ao globo na verdade ele não pertence ao móvel, simplesmente foi ali colocado, é um objecto independente. Obrigado pelo comentário 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *