Palácio da Disney

A primeira vez que ouvi falar desta casa, o “Palácio da Disney”, foi através de uma busca no google. Estava à procura de abandonados numa determinada zona e encontrei um post num fórum com bastantes fotos, fiquei bastante admirado por algo assim ter sido construído numa propriedade privada e por estar abandonado.

Comecei a pesquisar e descobri que a propriedade é ou era de um engenheiro, que em tempos teve uma das maiores empresas de Portugal. Infelizmente foi à falência, como tantas outras e ainda hoje existem julgamentos a decorrer sobre supostas dívidas a bancos.

A propriedade em questão, tem processos de demolição, pois tanto o palácio como a casa, entre outras construções, nunca foram autorizadas, o que explica a razão porque nunca foi vendida e está desabitada. Com estas informações e sabendo que a propriedade estava aparentemente esquecida, comecei a minha busca pelo google maps e facilmente a encontrei.

Como ia visitar alguns pontos na mesma zona, passei por lá com uns amigos e estava fechada, com um grande muro à volta, arame farpado, um grande portão e uma porta com cadeado. Ao contrário de várias pessoas, que entraram porque encontraram a porta aberta, eu não tive a mesma sorte e não arrisquei a tentar entrar. Meses mais tarde, com mais informações de pessoas que já lá estiveram acabei por voltar e consegui fazer a reportagem fotográfica que vem neste artigo, principalmente aos jardins, pois a casa estava fechada.

Atualmente, sei que a propriedade tem alarme, possivelmente detetaram que várias pessoas tinham entrado e resolveram proteger o local. Espero que um dia, alguém aproveite esta propriedade e que não caia no esquecimento, dominada pela vegetação. Não é recomendada a entrada neste local atualmente, e por esse motivo não forneço a localização do mesmo.

André Ramalho

Sou um apaixonado por fotografia e locais abandonados, e por isso resolvi criar este blog, com o intuito de partilhar os meus registos e aventuras.

44 thoughts on “Palácio da Disney”

      1. Olá. Lamento mas não revelo localizações deste género. Os únicos locais que revelo a localização são os locais que considero que já são de conhecimento público que estão abandonados, os outros locais não revelo a localização para os proteger de furtos e vandalismos.

        Cumprimentos,
        André Ramalho

      1. depois de uma pesquisa, li uma historia que o proprietario esteve envolvido com carteis de droga latino-americanos… nao sei se foi o antigo ou atual dono…

  1. Aconcelho a não entrarem pois o mesmo nao está abandonadone ainda hoje foram detidos 3 individos por invasão propiedade privada.
    Existe um numero no portao a quem podem pedir para visitar o espaço.

    1. Estas fotos são muito antes de existir um número como refere. Se o número está lá provavelmente é porque a propriedade está a venda talvez? Não sei, mas sendo assim não aconselho entrarem sem autorização.

      1. Não tenho número, nem divulgo localizações, muito menos esta que já foi alvo de tantas vandalizações segundo sei. Cumprimentos.

        1. Fui lá há 2 meses atrás e nesse último fim de semana novamente. Já estava deteriorada e vandalizada ha 2 meses atrás e agora está MUITO MAIS. As pessoas destruíram tudo. As estátuas estão destruídas dentro da piscina, as cortinas foram arrancadas e vários vidros foram quebrados.

  2. Mais te digo, gostava de participar, é algo fascinante, conheci atrás de uma reportagem, esse tipo de fotografia deixa me fascinado. Apoio o que fazes de entrar e sair sem fazer diferença no local.

  3. Boa Tarde.
    Sou um bocadinho de longe, seria possível facilitar um contacto como diz estar na entrada para poder entrar em contacto?
    Obrigada pela atenção.

  4. Deparei-me com essa maravilha e comecei a pouco a fotografar espaços abandonados/ desabitados e interessante a história dessa mansão, eu sei que é mau divulgar mas precisa-lhe muito que me fornecesse essa informação apenas para uso pessoal.

  5. André Ramalho, um comentário que não consigo resistir deixar de fazer: felicito a sua postura ao manter-se firme na não divulgação do local!

    1. Infelizmente sou dos poucos que mantém essa postura. Este é o genero de locais que já foram centenas de pessoas porque alguns não tiveram o respeito, postura e decência de não o divulgarem. Infelizmente segundo sei, o local já foi alvo de vandalização.

    1. Boa noite juli,

      Estou em Sintra e gostaria dar um passeio com a família e mostrar o local se poder ajudar eles ficavam contentes..

  6. Divulga mase pá, tou aqui ao pé e não encontro isto. Não aguento mais, estou desesperado.
    Nunca consegui ir à Disney porque sou pobre e nem me das isso.

  7. Boa tarde, tive ontem o prazer de visitar este espaço (a localização está na internet, é só preciso saber procurar pelas palavras certas). Está muito diferente relativamente às fotos do André, muito vandalizado e destruído 🙁 já não há água na piscina exterior e as estátuas no interior foram totalmente destruídas (infelizmente não consigo anexar as fotografias que tirei).
    O espaço não tem qualquer vigilância, tendo duas entradas na lateral direita de quem sobe (uma mais abaixo através de uma cerca cortada e outra na entrada principal, onde em tempos esteve a placa da propriedade e por onde se tem acesso direto à mansão e palácio da disney). É possível subir-se ao cimo do palácio, que tem 4 pisos. É necessário cautela ao entrar-se no palácio pois o chão é um pouco instável, tendo caído já um pouco para a cave (à qual desaconselho a ir). Na mansão, já não existem as barreiras para ver os pisos de baixo, por isso é preciso ter-se cuidado para não cair para a piscina, que agora está cheia de lixo, móveis e estátuas destruídas (e não como aparece na 8ª foto do André). Pela parte de fora da mansão tem-se acesso a uma pequena torre (que ainda assim tem 4 andares) e ao telhado onde se encontram as estátuas dos cavalos, também estas vandalizadas infelizmente. Na parte de fora, junto à piscina exterior, que já não tem água e cuja estátua dos golfinhos também foi destruída, há um pequeno jardim com 4 azulejos muito bonitos de cada estação do ano. Do lado esquerdo de quem entra (2ª foto do André) há outro edifício, ao avançar para lá da estátua dos trigres (que agora está no chão) não nos apercebemos que estamos no telhado desse edifício. Desaconselho totalmente ir para este local: quando lá estava, ao olhar de cima, reparei que uma das colunas a segurar o edifício estava totalmente dobrada e acredito que está a pouco de ceder.
    Quem vier a esta propriedade explorar, aconselho que veja a propriedade toda, e não somente a mansão e palácio da disney. Para baixo, tem mais edificações (uma delas pareceu-me um escritório grande e outra um estábulo), também estas destruídas e vandalizadas. Ao redor de cada edificação só vemos árvores e arbustos, muita Natureza que não é tratada há vários anos, pelo aspeto (e por isso é preciso ter cautela). Tem algumas flores que eu nunca tinha visto antes, deveras bonitas, e até encontrei um arbusto de amoras (com amoras!).

  8. Boa tarde, tive ontem o prazer de visitar este espaço (a localização está na internet, é só preciso saber procurar pelas palavras certas). Está muito diferente relativamente às fotos do André, muito vandalizado e destruído 🙁 já não há água na piscina exterior e as estátuas no interior foram totalmente destruídas (infelizmente não consigo anexar as fotografias que tirei).
    O espaço não tem qualquer vigilância, tendo duas entradas na lateral direita de quem sobe (uma mais abaixo através de uma cerca cortada e outra na entrada principal, onde em tempos esteve a placa da propriedade e por onde se tem acesso direto à mansão e palácio da disney). É possível subir-se ao cimo do palácio, que tem 4 pisos. É necessário cautela ao entrar-se no palácio pois o chão é um pouco instável, tendo caído já um pouco para a cave (à qual desaconselho a ir). Na mansão, já não existem as barreiras para ver os pisos de baixo, por isso é preciso ter-se cuidado para não cair para a piscina, que agora está cheia de lixo, móveis e estátuas destruídas (e não como aparece na 8ª foto do André). Pela parte de fora da mansão tem-se acesso a uma pequena torre (que ainda assim tem 4 andares) e ao telhado onde se encontram as estátuas dos cavalos, também estas vandalizadas infelizmente. Na parte de fora, junto à piscina exterior, que já não tem água e cuja estátua dos golfinhos também foi destruída, há um pequeno jardim com 4 azulejos muito bonitos de cada estação do ano. Do lado esquerdo de quem entra (2ª foto do André) há outro edifício, ao avançar para lá da estátua dos trigres (que agora está no chão) não nos apercebemos que estamos no telhado desse edifício. Desaconselho totalmente ir para este local: quando lá estava, ao olhar de cima, reparei que uma das colunas a segurar o edifício estava totalmente dobrada e acredito que está a pouco de ceder.
    Quem vier a esta propriedade explorar, aconselho que veja a propriedade toda, e não somente a mansão e palácio da disney. Para baixo, tem mais edificações (uma delas pareceu-me um escritório grande e outra um estábulo), também estas destruídas e vandalizadas. Ao redor de cada edificação só vemos árvores e arbustos, muita Natureza que não é tratada há vários anos, pelo aspeto (e por isso é preciso ter cautela). Tem algumas flores que eu nunca tinha visto antes, deveras bonitas, e até encontrei um arbusto de amoras (com amoras!).
    Durante a minha visita (cerca de 3 horas), cruzei-me com 3 outros grupos, mostrando a fama do local, apesar de não ser fácil encontrar a sua localização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *