Casa do Guardião

No norte, no meio de alguns terrenos agrícolas, é possível encontrar este incrível casarão, que outrora deverá ter pertencido a pessoas com bastante posses. No exterior, para além de ser possível encontrar uma pequena capela (já em ruínas e sem altar), também é possível encontrar uma velha carrinha bedford, a que eu apelidei de “Guardião“, porque está ali parada estes anos todos quase como um cão de guarda, que zela por esta mansão.

Infelizmente, não consegui obter informações sobre a casa, não encontrei ninguém na zona e no interior não existem documentos, nem cartas, nem nada desse género, está praticamente vazia. Os terrenos à volta da casa continuam a ser usados para a vindima e dentro da casa é possível achar os cestos que são utilizados.

É um sitio que gostei, acho que proporcionou umas boas fotografias, não só do exterior mas como do interior do casarão. Adorava ter uma casa que tivesse uma entrada com uma escadaria assim, algo magnifico, que remete às construções do século XVII.

 

André Ramalho

Sou um apaixonado por fotografia e locais abandonados, e por isso resolvi criar este blog, com o intuito de partilhar os meus registos e aventuras.

10 thoughts on “Casa do Guardião”

  1. Pertence à “Fundição de Caíde” (grandes proprietários da freguesia de Caíde de Rei em Lousada). Este carro tem servido para grande fotos, particularmente de amantes do BTT que aos domingos de manhã costumam visitar o tal “guardião”.

  2. Uma casa fantástica, vi de longe e sem dúvida que deve ser maravilhosa….
    Uma pena que os proprietarioalos sejam tão inacessíveis a visitas.

    1. Já conheci a proprietária, e embora seja uma pessoa acessível, não gosta que visitem o local, o que é de certa forma compreensível, como é uma localização conhecida, todos os anos existem centenas de pessoas a passar por lá, portugueses e não só, e torna-se inconveniente.

      1. Boas! Mas afinal a casa tem dono? Ouvi dizer de vário pessoal da internet que estava completamente ao abandono, se bem que nunca dissesse onde fica o local. E as fotos que aparecem do interior fazem parecer que ninguém toma conta do local ou sequer está responsável por ele.

        1. A casa está efectivamente devoluta, mas os terrenos à volta são usados. Pensei que ninguém queria saber do imóvel até conhecer a dona, e como indiquei num comentário em cima, a proprietária embora seja uma pessoa acessível, não gosta que visitem o local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.