Hotel Boavista

O Hotel Boavista, situado em Curia, teve a sua construção inicial em 1917, na altura era um Chalet conhecido como “Chalet Pinheiro”, construção realizada pelo Coronel Pinheiro. Em 1923, foi adquirido pela Sociedade das Águas da Curia, que fez obras de expansão para transformar o Chalet num Hotel.

O autor não confirmado será Francisco Leandro Cardoso (1862-1943), diplomado na escola de Belas Artes do Porto e que durante 18 anos esteve ligado a obras na Curia. No edifício, as duas fases de construção harmonizam-se perfeitamente, destacando-se um alpendre semicircular de um lado e na fachada oposta, uma torre cilíndrica que dá a este edifício um aspeto característico e elegante. (Cristina Simão, 1997).

As ruas que hoje conduzem ao Hotel Boavista, não existiram sempre, como se deduz do que dissemos em relação aos novos arruamentos, surgidos dos conflitos entre o povo da Mata e a Sociedade das Águas da Curia (Rui Godinho, 1926). De inicio, o acesso era feito através de uma escadaria, que ligava a rua dos Cedros ao hotel. Após a conclusão da obra de adaptação a hotel, é que foram feitas as ruas de acesso.

A nossa visita a este antigo hotel já foi tardia, só foi possível fotografar o exterior, visto que a grande maioria do interior colapsou e é impossível circular no interior. Existiam noticias que indicavam que o polo da Curia iria ser instalado neste hotel, noticia de 2004, mas obviamente tal não aconteceu e dado o estado atual do Hotel, claramente que o mesmo não será utilizado para mais nada, destinado a ser mais uma ruína.

André Ramalho

Sou um apaixonado por fotografia e locais abandonados, e por isso resolvi criar este blog, com o intuito de partilhar os meus registos e aventuras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.