Palácio Silva Amado

Ao contrário da maioria dos lugares que coloco aqui e que não revelo os verdadeiros nomes para proteger os locais, neste caso para contar a história é essencial fazê-lo. Também não existe motivo para esconder, porque é bastante fácil de o encontrar e já está fechado com obras a decorrer no interior.

O Palácio Silva Amado foi construído na segunda metade do século XVIII, num tempo de grandes e fáceis dinheiros, era riquíssimo em azulejos, madeiras e mobiliário. Foi residência do médico e professor Dr. José Joaquim da Silva Amado, sendo vendido ao estado em 1928, e utilizado pelo ministério da educação.

Foi novamente vendido em 2006, ao Grupo Fibeira, por 19 milhões de euros, para ser recuperado e transformado num hotel de luxo, mas as obras não chegaram a ser feitas e em 2007 o edifício foi novamente vendido ao Grupo Reyal Urbis, por 20 milhões de euros. Como pode o estado vender um edifício histórico destes a um grupo privado sem ter garantias que o mesmo vai fazer realmente obras? No espaço de um ano o Grupo Fibeira encaixou 1 milhão de euros sem fazer nada.

Em 2013, o palácio foi ocupado por um grupo de ativistas em forma de protesto, para exigirem a recuperação desta edifício tão histórico, mas o proprietário fez queixa e a policia foi ao local retirar os ocupantes. Desde essa data que o edifício está fechado e inutilizado.

Tenho um conhecido que se deslocou ao local há uns meses para tirar umas fotos e encontrou o edifício bem fechado e com obras a decorrer no interior. Será desta que o palácio vai ser restaurado? Espero que sim e que mantenham o máximo possível da arquitetura setecentista.

André Ramalho

Sou um apaixonado por fotografia e locais abandonados, e por isso resolvi criar este blog, com o intuito de partilhar os meus registos e aventuras.

5 thoughts on “Palácio Silva Amado”

  1. Onde é esta maravilha?
    Parabéns, André, pelo sítio e pelas suas fotografias. Também gostava de fazer!
    Assunção Abecasis

  2. Olá André,

    Adorei as tuas fotografias. Desconhecía este palácio e morei uns anos em Lisboa! Gostaria de usar uma das tuas fotos para un call for papers para uma conferência académica sem lucro, pode ser? Seria para uma conferência dedicada ao patrimonio inmobiliario de Lisboa no século XVIII, se pode ser estaria muito agradecida. Muito obrigada.
    Pilar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *